sexta-feira, fevereiro 27, 2015

Tudo novo de novo. Ou não.


O Lula.Pro existe desde 1999. E eu não sei ao certo porque. Só sei que eu gosto. Dinheiro nunca me deu, mas trouxe amigos, experiências, e muita coisa legal.

LulaPro2001
(Isso foi em entre 1999 e 2002)

Agora havia chegado o momento de parar, a “hora de dar tchau”. Em tempos de rede social, onde o interessante é ver o que o outro está fazendo, pra que manter um site / blog?
E aí eu pensei: pelo mesmo motivo de antes. Porque é legal, ué. Porque posso escrever toda minha sorte de barbaridades (claro, com todo o cuidado e respeito do mundo. Ou quase), de maneira livre. Te indicar algo porque eu achei realmente legal, e não porque estão me pagando para isso. Falar mal de outro lugar porque achei ruim, e não ficar quieto porque tenho o rabo preso.


LulaPro2004
(Isso foi entre 2002 e 2004)

Mas afinal, quem lê isso aqui? Bem, o principal leitor sou eu mesmo. Eu escrevo pra mim, normalmente pra não esquecer de algumas coisas. Além de mim, claro que parentes e amigos também, por curiosidade (principalmente pra ver o quanto estranho eu sou).
Porém, curiosamente, muita – mas muita gente que eu nunca vi, que eu não conheço, começou a passar por aqui. Alguns (muitos) se tornaram amigos queridos. Outros tantos, inimigos mortais. Discussões em Fóruns, E-mails para o Presidente, Posts que não eram pra ser polêmicos… Tanta coisa, que não dá pra contar aqui, teria que refazer todos os anos deste blog.

LulaPro2005
(Isso foi entre 2005 e 2010) 

Em 99 eu era professor e ia ter que parar de dar aula por um tempo. Então eu criei o site (na época não era um blog) para poder me comunicar com meus alunos. Com o tempo, o site começou a ajudar mais pessoas (praticamente na área de programação) e quase “profissionalizamos” a coisa.
Depois de um tempo nosso foco mudou, e algumas coisas não tinham mais o porque ser. Então, segui a moda dos “blogs”. E o Lula.Pro virou um blog.

LulaPro2014
(Essa foi a última versão que durou até 2014. Faltou a foto do site “Vermelho”, que foi de 2010 até 2012)

Então, as redes sociais venceram. E o Facebook hoje é o “site” e “blog” principal de muita gente. Mas em vez de fechar o Lula.Pro, vou transforma-lo em algo mais pessoal ainda. Ainda preciso anotar coisas pra me lembrar depois (o Facebook ainda não é muito bom pra isso), então vai ser algo como um “Evernote” público.

Porque eu ainda tenho um monte de coisa pra falar. Mesmo que não seja pra ninguém. Ou que seja só pra mim.

Quero aproveitar para agradecer todos que me ajudaram em todos esses anos a manter esse meu "capricho" no ar, colaborando, hospedando, escrevendo, gravando... Enfim, todo mundo ligado ao Lula.Pro de alguma maneira. É muita gente pra agradecer, por isso não vou comentar a injustiça de tentar citar todo mundo, pois foi muita gente. Mas algumas pessoas em especial eu preciso agradecer:

- Em primeiríssimo lugar, meu querido amigo Bruno Roque, da BMR Hosting, que foi onde o Lula.Pro mais ficou hospedado em toda sua história. Passamos por vários provedores, mas aquele que mais deu força, que mais ajudou em todos os momentos, foi sem dúvida o servidor do Bruno;

- Ao meu melhor amigo e mais mágico de todos os Marcelos, Marcelo Mágico. Companheiro desde o primeiro dia de Lula.Pro, sempre com muitas ideias, e compartilhando com o mundo muita da sua bondade e generosidade;

- À equipe de editores do início do Lula.Pro: Bar, Naks, Zezinho, Hammer, Mr. Ming, Trinity, Mikiê, Mágico, CMOD666 e Pôncio Pilatos (mais recente, mas sempre presente);

- Aos amigos que participaram e principalmente meus amigos de bancada do Santo Amaro Connection (#VoltaSantoAmaro): Fabio Camargo, Leon Leoks e Guilherme Afonso;

- A todos os leitores e amigos em todos esses anos de Lula.Pro. Obrigado mesmo. Não sei porque vocês vieram aqui, mas eu realmente gosto de cada um de vocês. Até os que me xingaram (e eu juro que entendo os porquês).

P.S. - Em tempo: Eu tenho muita, mas muita coisa mesmo, guardada de todos esses anos. E aos poucos, o que for mais interessante, vou colocar de volta aqui. Principalmente o que fez relativo "Sucesso", como : "Top 10 Filmes de Serial Killer", "Como responder um e-mail", "Hulk Escuta", "A semana do Presidente", "A Saga de Steve Steven Severeveretz", "Santo Amaro Connection" e tanta coisa boa.