Navigate / search

Top 10 Filmes de Serial Killers

Passeando pela internet, a Paty acabou esbarrando em dois sites que apresentavam listas curiosas: os melhores filmes sobre serial killers. Estudiosa e interessada pelo assunto (ela adora direito penal), ela apareceu com a idéia de ver todos os filmes sugeridos, e fazer o nosso “Top 10”. Claro que na Internet tem um monte de gente com a “verdade absoluta”, mas não é o caso aqui. Esse é o “nosso” Top 10, baseado em diversos fatores e gostos pessoais. Então, antes de sair metendo a boca – no bom sentido – é bom saber de alguns detalhes que levamos em consideração :

– Muitos filmes sugeridos não eram exatamente sobre Serial Killer, falando no sentido patológico. Por esse motivo filmes como Halloween, Sexta-Feira 13, Pânico e nenhuma de suas variantes entrou na lista. Porém você verá na lista dois filmes que creditam a criação desse gênero – seria Terror ? – que acabaram não entrando na lista dos Top 10: “O Massacre da Serra Elétrica” e “Psicose” (sim, esse último eu sei que você xiou, mas vou explicar mais adiante);

– Não entrou na lista seqüencias, ex: “Psicose II, III” ou “Dragão Vermelho” e “Hanibbal”. Só valia o original;

– Não vimos refilmagens, por exemplo as “novas” versões de “Psicose” (do Gus Van Sant) e “O Massacre da Serra Elétrica”. Só valia o original;

– Eu a Paty gostamos de filmes mais “novos”, o que influenciou diretamente na lista, e assim, por maior que tenha sido o valor histórico no filme para a história do cinema, acabou ficando de fora da lista, como foi o caso de “M. – O Vampiro de Dusseldorf” (de 1931, do genial diretor austríaco Fritz Lang);

Isso dito, vamos lá:

As dicas de filme vieram dos sites : “Falo o que eu quero! E você?” – em post escrito pela Carol Scarafiz –  e “Cinema & Afins” – em post escrito pelo Felipe Bastos. Pelos motivos já citados acima, excluímos da lista:

Henry – Retrato de um Assassino;
Bonnie & Clyde;
Vestida para Matar;
Onde os Fracos não tem vez.

Na lista, nós do Lula.Pro, incluímos três filmes :

Memórias de Um Assassino;
Ressureição – Retalhos de um crime;
Os homens que não amavam as mulheres.

E assim sendo, com as dicas dos sites, somando com os filmes que incluímos, subtraindo os filmes que excluímos, essa é o Top 10 filmes de Serial Killers do Lula.Pro:

1 – Seven : Os sete pecados capitais

 

”Se7en” – USA – 1995. Direção: David Fincher. Com Brad Pitt, Morgan Freeman, Gwyneth Paltrow e Kevin Spacey.

Top 10 Filmes de Serial Killers

Seven tem todos os elementos que procurávamos em um filme de serial killer: suspense na dose certa, um elenco excelente, um serial killer psicopata pelo prazer de ser psicopata, que acha que tem uma missão e um final que…putz, que final.

A história é simples: Um serial killer resolve assassinar pessoas de acordo com seus pecados capitais relativos, na opinião dele. Um policial prestes a se aposentar (Freeman) acaba acompanhando seu substituto (Pitt), um policial recém transferido, no caso. Eu, particularmente, acho o Brad Pitt um ótimo ator, e o Morgan Freeman dispensa comentários.

 

2 – O Silêncio dos Inocentes


”The Silence of the Lambs” – USA – 1991. Direção: Jonathan Demme. Com Jodie Foster, Anthony Hopkins e Scott Glenn.

Top 10 Filmes de Serial Killers

No auge de suas carrerias, Jodie Foster e Anthony Hopkins fazem um clássico do gênero, o que garantiu 5 Oscars em 1992, entre eles o de melhor filme, melhor ator e melhor atriz.

Hopkins dá vida a um dos maiores personagens cinematográficos (apesar de ter sido baseado em um livro) de todos os tempos, o Dr. Hannibal Lector, um brilhante psiquiatra preso por matar e canibalizar alguns de seus pacientes. Sua inteligência e brilhantismo é utilizado para encontrar um serial killer com “modus operandi” similares aos seus, auxiliando a novata agente Clarice Starling (Foster). Claro que tudo tem seu preço, e Lector quer algo em troca.

 

3 – O Colecionador de Ossos


”The Bone Collector” – USA, 1999. Direção: Philip Noyce. Com Denzel Washington, Angelina Jolie e Queen Latifah.

Top 10 Filmes de Serial Killers

Angelina Jolie – na minha opinião – só recentemente passou a ser uma boa (razoável, na verdade) atriz, Denzel Washington é sempre genial, mas aqui faz o papel de um paraplégico, o que não dá pra mostrar todo seu potencial e Queen Latifah… bem, sem comentários, ainda estava no início de carreira. E mesmo assim, o filme é muito bom, apoiado completamente pela história – e pela ótima atuação de Washington, que mesmo o filme inteiro deitado, manda melhor que muito ator inteiro de pé, cantando e dançando. O problema foi desvincular esse filme da
memória, de tantas vezes que ele já passou na TV. E se você conseguir, é um filmaço. Aqui o serial killer mata suas vítimas e recolhe pequenos pedaços de ossos de suas vítimas. Uma policial comum (Jolie) é promovida à “C.S.I”, apadrinhada por um perito que sofreu um acidente que o deixou paraplégico (Washington) para juntos capturarem o assassino.

 

4 – Os Homens que não amavam as mulheres


”Män som hatar kvinnor” – Suíça/Dinamarca/Alemanha/Noruega, 2009. Direção: Niels Arden Oplev. Com Michael Nyqvist e Noomi Rapace.

Top 10 Filmes de Serial Killers

Baseado na bem sucedida trilogia de livros “Millenium” do já falecido escritor Stieg Larsson, este é o primeiro filme da série, que terminou este ano já. Os direitos já foram comprados para uma versão americana, mas um dos maiores trunfos deste filme está justamente no fato de ser fora do “mainstream” americano, com atores desconhecidos para nós, e que caem como uma luva nos personagens do livro. Infelizmente as continuações não foram tão boas quanto este primeiro filme, mas aqui o roteiro foi adaptado de maneira sensacional, cortando os excessos na dose certa, e mantendo o clima de suspense necessário para criar o interesse que o filme pede. Cada detalhe deve ser levado em consideração, uma respirada errada, você perde informações importantes.

Um jornalista afastado (Nyqvist, perfeito) do trabalho por problemas profissionais, é contratado por um velho milionário em falência para desvendar o sumiço de sua neta a muitos anos atrás. Para ajudá-lo, o jornalista contrata os serviços de uma estranha hacker (Rapace). O livro é muito mais detalhado, mas o filme não perde o interesse por isso.

 

5 – Memórias de um Assassino


”Salinui chueok” – Coréia do Sul, 2003. Direção: Joon-ho Bong. Com Kang-ho Song e Sang-kyung Kim.

Top 10 Filmes de Serial Killers

Baseado em uma história real, é outro filme que merece o mérito de estar fora dos USA. Nele, uma série de assassinatos de mulheres na Coréia do Sul em 1986 é investigado por um policial local, que está preocupado apenas em encontrar um culpado. Um detetive da capital é enviado para ajudar usando métodos mais modernos. A frustração vai tomando conta de todo mundo perante a frustração enquanto não encontram o assassino.

 

6 – O principal Suspeito


”Nightwatch” – USA, 1997. Direção: Ole Borndeal. Com: Ewan McGregor, Patricia Arquette, Josh Brolin e Nick Nolte.

Top 10 Filmes de Serial Killers

Malditos os tradutores de títulos que transformaram “Nightwatch” (Que seria algo como “Vigia-Noturno”, muito mais a ver com o filme) em “O principal suspeito”, que por acaso também é o nome de uma famosa série também sobre serial killer. Aqui, o roteiro foi adaptado pelo Steve Soderbergh e foi aí que eu descobri que Borndeal fez um remake da série que era dele. E ficou bom essa síntese: para pagar seus estudos, um estudante de direito (McGregor) descola um emprego como vigia-noturno em um necrotério. Porém fatos estranhos passam a acontecer, e diversos corpos enviados pela polícia ao necrotério estão sendo violentados, e as pistas descobertas fazem com que o estudante passe a ser… O principal suspeito.

 

7 – Do Inferno


“From Hell” – USA, 2001. Direção: Albert e Allen Hughes. Com Johnny Depp e Heather Graham.

Top 10 Filmes de Serial Killers

Baseado em uma HQ do lendário Alan Moore (que não viu e não gostou do filme, como tudo dele que é adaptado para o cinema), o filme conta uma versão para a história do enigmático Jack, o estripador. Aqui, uma das versões sobre a verdadeira identidade do mesmo é explorada através de um detetive viciado e vidente (Depp).

 

8 – Citizen X


“Citzen X” – USA, 1995. Direção: Chris Gerolmo. Com Stephen Rea, Donald Sutherland e Max von Sydow.

Top 10 Filmes de Serial Killers

Este foi um dos filmes mais difíceis de achar, pois se trata de um filme feito para TV – e mesmo com esse orçamento mais curto, foi muito bem feito. Baseado na história real do primeiro serial killer russo, Andrei Chikatilo, que matou cerca de 50 pessoas entre 1978 e 1990, em sua maioria, menores de 17 anos – chegando a comer partes de suas vitimas. No filme, um detetive comum (Rea) é promovido para um recém criado departamento para estes casos, apoiado por um Coronel (Sutherland). O problema é que o partido russo, apesar de ter criado o departamento, não quer que ninguém na antiga U.R.S.S. saiba que existe um serial killer, para não parecer estarem perdendo o controle da situação. Determinado, o detetive transforma essa caçada em sua vida, mesmo não tendo nenhum apoio de seu governo. Vale destacar o brilhante trabalho de atuação de Rea e Sutherland, que criam empatia imediata com o telespectador.

Um outro filme da lista também fala sobre a vida de Andrei Chikatilo, “Evilenko” de 2004, com o grande Malcolm McDowell (de “Calígola” e “Laranja Mecânica”) no papel de Chikatilo. Infelizmente, este filme não envereda para ares tão descritivos e bem desenvolvidos quanto em “Citizen X”, este sim, um filmaço.

 

9 – O homem que odiava as mulheres

 

”The Boston Strangler” – USA, 1968. Direção: Richard Fleischer. Com Tony Curtis e Henry Fonda.

Top 10 Filmes de Serial Killers

O grande Tony Curtis interpreta a história real de Albert DeSalvo, o “Estrangulador de Boston”, que assassinou 13 mulheres no inicio dos anos 60. Além das performances brilhantes de Curtis e de Henry Fonda, vale destacar o inovador trabalho de direção de Fleischer, que acompanha a narrativa da história de uma maneira interessante, ainda mais para a época do filme. Os planos seqüência são muito bem bolados, e somado ao ótimo trabalho dos atores, garante um bom filme. Curtis sabe dar o tom para interpretar a dupla personalidade de DeSalvo, e foi o único filme onde encontramos uma explicação médica para a situação do assassino, explicado pacientemente para o público.

 

10 – Zodíaco


”Zodiac” – USA, 2007. Direção: David Fincher. Com Jake Gyllenhall, Mark Rufallo, Anthony Edwards e Robert Downey Jr.

Top 10 Filmes de Serial Killers

O mesmo David Fincher que abre esta lista com “Se7en” fecha com chave de ouro em uma história real, baseado no chamado “assassino do Zodíaco”, nos anos 70. Se o filme fosse mais curto estaria seguramente em uma posição mais alta, pois sentimos que ele é desnecessariamente grande (aproximadamente 2 horas e 50 minutos), mas entendendo melhor o filme, Fincher tenta nos passar o mesmo tipo de ansiedade pelo qual é tomado o cartunista Robert Graysmith (Gyllenhall), que torna-se obsessivo em busca da identidade do Zodíaco. Saber que tudo aquilo ocorreu de forma real, sentir o pânico da população, as atrapalhadas do sistema legal e tudo mais que rondou este caso, acaba instigando os interessados, e aposto que se a história te conquistar, você vai procurar saber mais sobre o Zodíaco.

Vale uma ressalva para a atuação de Mark Rufallo, que costuma ser sempre competente. E agora com o sucesso de “Homem de Ferro”, ao ver a interpretação de Robert Downey Jr. você vai constatar que faz tempo que ele sempre faz o mesmo papel em todo o filme. E mesmo assim, é divertido. É uma espécia de Selton Mello dos USA.

 

Bônus: CopyCat – A vida imita a morte
“CopyCat” – USA, 1995. Direção: John Amiel. Com Sigourney Weaver e Holly Hunter.

Esse “bônus” é uma menção honrosa a esse filme, o qual eu e Paty discutimos bastante se ele merecia ou não entrar na lista. E o que deixou ele de fora foi a atuação piegas de todos os envolvidos no filme. Nem a Sigourney Weaver salva. A Holly Hunter parece por diversas vezes estar em um filme de comédia. Não sei se era uma insatisfação geral, um clima ruim no set…Mas algo não estava bem e passou para a tela. Mas a idéia original era boa: um assassino resolve “homenagear” conhecidos serial killers, recriando seus assassinatos. Uma psiquiatra traumatizada (Weaver) e especialista no assunto, é convocada pela polícia para ajudar.

Na história boa, tem diversas falhas, diversos buracos não explicados e principalmente a pífia atuação do “vilão” do filme. Somado tudo o que eu falei, o cenário parece pior do que na verdade é. Se você passar por cima de tudo isso (o que é até relativamente fácil pela boa idéia do filme), acaba sendo bem divertido. Mas o final do filme é óbvio.

 

Bônus 2 : Roubando Vidas
”Taking Lives” – USA, 2004. Direção: D.J. Caruso. Com Angelina Jolie, Ethan Hawke e Kiefer Sutherland.

Já este segundo bônus, foi porque até gostamos do filme, mas concluímos que ele acaba sendo “mais do mesmo”. De qualquer maneira, é um filme divertido. Aqui, um serial killer mata suas vítimas e rouba suas identidades, passando a viver a vida delas. Uma agente do FBI (Jolie) investiga o caso, mas acaba se envolvendo com uma das testemunhas e passa a ser mais passional na localização do assassino. Ninguém compromete no filme, mas eu realmente não gosto do Ethan Hawke.

 

Ufa! E é isso aí! A idéia da Paty foi legal, pois filme de serial killer podem pertencer a diversos gêneros (Policial, Suspense e até Terror), o que torna mais fácil resumir o assunto em algo não tão abrangente (imagina fazer um Top 10 filmes de ação? Dá, mas é filme pra caceta pra ver!). A gente viu todos os filmes sugeridos, mais aqueles que a gente lembrou, mais aqueles que os amigos que sabiam do projeto (que fui informado no Twitter com os hashes #lulapro #serialkillers) e já foi filme pra caramba. Além desses que estão no Top 10 (e acabou sendo Top 12), foram estes os filmes que vimos:

M. O Vampiro de Dusseldorf;
Psicose;
Perseguidor Implacável;
Terra de Ninguém;
O Massacre da Serra Elétrica;
Kalifórnia;
Assassinos por Natureza;
Beijos que Matam;
Possuídos;
O Verão de Sam;
Psicopata americano;
O Observador;
A cela;
Ted Bundy;
Dahmer – Mente Assassina;
Monster – Desejo Assassino;
Suspeito Zero;
Helter Skelter;
Evilenko;
Wolf Creek – Viagem ao Inferno;
Anamorph – A Arte de Matar;
Ressureição – Retalhos de um Crime.

Vale também falar que nessa jornada a gente viu seguramente muito mais filme ruim do que filme bom. Tava mais fácil fazer uma lista dos “Dez piores” do que dos “Dez me
lhores” – Pelo amor de Deus, sem querer subestimar nenhuma das sugestões de ninguém, gosto pessoal mesmo (meu e da Paty).

E eu sei, você deve estar pensando, “ah, o cara não manja nada! Onde já se viu deixar Psicose de fora! É um clássico do cinema!”. E eu concordo com você. Em tudo. Não sou especialista em cinema e “Psicose” é um clássico. Mas voltando ao inicio do texto, quantas pessoas o Norman Bates mata EFETIVAMENTE no filme? Isso mesmo, uma só. Isso não o caracteriza como serial killer, apesar de estar subentendido isso. Sacou agora o que eu falei no começo?

Idem vale para o cultuado “O Massacre da Serra Elétrica”. Pode ter criado um gênero, mas não é um filme sobre serial killer. Se fosse assim, o Freddy Krueger, o Jason e muitos outros estariam por aqui também. E tem mais um detalhe que eu não posso contar pra não spoilear este clássico para quem ainda não viu, mas se você já viu o filme sabe que não é um filme de serial killer.

Outro filme que você deve ter se revoltado de não ver na lista é o cultuado “Assassinos por Natureza”. Que realmente como cinema arte é imbatível, mas está para mim na mesma categoria que “Bonnie & Clyde”, que foi limado.

Enfim, como disse, nada disso é a verdade absoluta. Mas a gente fez uma lista, pra quem gosta do gênero, ou quer começar a gostar, ou tem curiosidade. De seu palpite, me xingue, concorde, debata… Você pode fazer isso pelos comentários aqui embaixo, no Fórum de Cinema do Lula.Pro ou diretamente no Twitter.

E meu agradecimento especial para a Paty, que não só veio com a idéia como foi a companhia mais que perfeita em todos os momentos dessa jornada! Tudo foi muito mais fácil com você do lado! “Obrigado” é pouco por tudo que você fez! Amo você muito ! ;)*

Update1: O amigo Filipe Zato encontrou uma errata na lista. De acordo com as regras que colocamos, não valeriam refilmagens, apenas a primeira versão do filme. Baseado nisso, o Filipe nos contou que “Nightwatch” é originalmente dinamarquês, e foi filmado em 1994. O curioso é que o diretor é o mesmo da refilmagem de 97 que está na lista (Ole Borndeal), mas de acordo com o Filipe a versão original é bem mais assustadora. Ainda não vimos, mas quando conseguirmos ver a gente atualiza a lista. Obrigado Filipe! Pra quem ficou curioso, a ficha do filme original : http://www.imdb.com/title/tt0110631/

 

Compartilhar

Comentários:

comentários

Lula

Músico, Ator, Dublador, Fotógrafo e Analista de Sistemas, que é o que paga todas essas profissões.